As maminhas viraram tabu?

|
Que dia melhor para falar de um assunto que, pessoalmente, me irrita um pouco (muito), do que hoje "Dia da Mulher". Não é de agora que vêm sendo partilhadas noticias sobre o assunto, mas ontem acho li a mais estúpida de todas.De qua assunto falo? Da amamentação, que de repente parece ter virado tabu. 


Felizmente, a "moda" ainda não chegou cá, as noticias que tenho lido chegam-nos do Brasil e são absurdas. Fala-se em proibir, por lei, a amamentação em público. Ontem, li que uma mãe foi proibida de amamentar a filha recém nascida - pasmem-se - dentro dum hospital. Mesmo após a mãe dizer que poderia cobrir a filha com uma fralda durante a amamentação, foi-lhe negado. Porquê? Porque estava no horário de visita dos pais.
Ora, antes de mais, vamos a esta parte. "Estava no horário de visita de outros pais". Deduzo, então, que se tratava provavelmente da unidade neonatal. Onde estão mulheres que deram à luz. Só referindo isto, penso que há toda uma atmosfera que é de esperar. Mulheres a amamentar deve ser uma delas. E isto digo eu, na minha ignorância, porque a última e única vez que estive nesta parte do hospital, já lá vão quase 27 anos (para quem não percebeu, foi quando nasci). Calculo que, quem entre nestas unidades, seja homem ou mulher, sabe onde está a entrar. E deve saber que a amamentação faz parte. 
Vamos frisar isto - A AMAMENTAÇÃO FAZ PARTE - e faz parte da vida de toda a gente. Todos. Salvo algumas excepções, por opção própria da mãe (de não amamentar) ou por impossibilidade de o fazer. O que interessa é que, no geral, a amamentação faz parte da nossa natureza (e da de qualquer outro mamífero).
Choca-me um pouco pensar que a sociedade, daqui, do Brasil ou de qualquer outro país, seja tão "prá frente" para umas coisas e tão retrograda para outras. A amamentação pode chocar algumas pessoas devido a crenças religiões, ou vai-se lá saber mais o quê? A sério que é este o argumento que utilizam como desculpa? Vivemos num mundo em que, em pleno horário nobre nos é apresentado o maior lixo televisivo (Big Brothers, Secret Stories, etc), com cenas de sexo quase em directo para toda a gente ver. Vivemos num mudo em que, cada vez mais se incentiva - e bem - a liberdade de nos vestirmos (e despirmos) como quisermos. Cada vez mais se vêm mulheres com roupas reduzidas que pouco deixam à imaginação - e isto não é uma critica - mas depois, uma mulher a amamentar uma criança é que é chocante.
Sou sincera. Não sou mãe, mas quando penso no assunto, pessoalmente vejo a amamentação como um momento íntimo. Eu, e friso, EU... pessoalmente não me sentirei muito confortável a fazê-lo em público ou com grandes audiências. Quem nunca foi visitar uma familiar recém mamã e, com a casa cheia de gente, chega a hora de amamentar e a mulherada parece que fica toda louca para assistir? Mas isto sou  eu, que sou uma pessoa reservada. No entanto, acho que deve ser uma escolha pessoal.
Ver uma mulher a amamentar em público. Ok, posso compreender que, para algumas pessoas, mesmo sem o encararem como algo de cariz sexual, possa ser uma situação um pouco constrangedora. Mas eu também já me senti constrangida por aquele casal que parece fazer do banco de jardim cama de hotel. Quando é que vamos proibir também isso em público?
O que me faz comichão e causa alguma estranheza é o porquê de tanta mistificação da coisa. Faz-me lembrar aqueles miúdos da cidade, que por falta de contacto com outros meios que lhes ensinem outras coisas que não apenas matemática, informática e outras "áticas", pensam que os ovos nascem do supermercado em vez de saberem que vêm do cú da galinha. Dito bem e depressa.
É a mesma situação. Porque ver mamas, toda a gente vê, todos estão acostumados. Ver um par de mamas ao léu na novela das 9h, não choca, alguns dirão "é arte", "free the nipple". Ver uma mama na boca de uma criança, para a alimentar, cai o Carmo e a Trindade. Meu Deus, que ultraje. Será que a sociedade em que vivemos está a ficar tão burra e fútil que se esqueceram que as mamocas femininas têm mesmo essa função? A de amamentar? Ter-se-á o mundo convencido que os seios são mesmo apenas um objecto sexual, tão cobiçado que se tornou uma afronta amamentar em público, não vá o mundo ficar louco?
Francamente, acredito que este tipo de notícias e de reacções perante tal acto é mesmo reflexo da ignorância, que parece ser a doença contagiosa deste século. E isto, preocupa-me. 
Hoje é o "Dia da Mulher" e é uma tristeza pensar que, em dias tão evoluídos, as mulheres continuem a ser tão objetificadas. Como sempre.


3 comentários:

  1. Olaaa!

    Como se costuma dizer: C'est lá vir 💖


    Beijokitaz

    ResponderEliminar
  2. Esta lei é rídicula mesmo. Proibirem as mães de um direito básico é absurdo, nem sequer tem outra palavra. Mas é o mundo horrível em que vivemos!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  3. Há coisas que não consigo entender. E fazerem da amamentação um tabu, ou um bicho de sete cabeças não faz qualquer sentido!

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante!
Deixe a sua opinião nos comentários :)

Google Analytics Alternative