Série | Blindspot

|

Já andava há algum tempo em busca de uma série que me agradasse (sim, porque eu devoro montes de séries, mas sou esquisitinha). Ultimamente não tinha tido muito tempo para me dedicar a essa busca, mas este fim de semana foi finalmente tempo disso, porém, passou rápido e já vão perceber porquê.
A série que comecei a ver, na sexta feira à noite, foi Blundspot, que está classificada no IMDb como drama, thriler e mistério. Blindspot é uma série da NBC que estreou em Setembro de 2015. Confesso que já tinha visto o cartaz da série, mas até então não tinha tido grande curiosidade de ver. Na sexta feira à noite, enquanto andava em busca de uma série, lá passou de novo o cartaz de Blindspot e decidi experimentar ver um episódio e depois outro, outro e outro. O triste disto é que, em duas noites, foram-se todos os episódios disponíveis da primeira temporada e agora falta pouco mais de um mês para o próximo. E não sei se me aguento, porque o último episódio acabou de uma forma... preciso saber já o que vai acontecer daqui para a frente!
Visto que vou ter que esperar, melhor mesmo é falar-vos um pouco da série.


Em plena Times Square, uma mulher nua, com o corpo completamente tatuado sai de dentro de um saco, sem saber onde está, porque ali está e, principalmente, sem se recordar de nada da sua vida, nem mesmo o seu nome. Este acontecimento, bem como as suas tatuagens misteriosas, captam a atenção do FBI, principalmente por, nas suas costas, estar tatuado o nome de um agente, Kurt Weller (Sullivan Stapleton). A mulher tatuada, que ninguém consegue descobrir quem é, continua a ser chama de Jane Doe (o termo em inglês para designar alguém cuja identidade é desconhecida).

Rapidamente o FBI percebe que as tatuagens de Jane (Jaimie Alexander) estão ligadas a um complexo mistério de crimes de conspiração, que vão sendo desvendados à medida que o significado das suas tatuagens é descoberto. À medida que os crimes e as tatuagens são desvendadas, Jane fica também um passo mais perto de descobrir a sua verdadeira identidade e tudo o que se passou consigo até ao momento em que saiu do saco em Times Square.


Embora este seja um breve resumo da série, há muito mais a dizer e a ser visto. O facto de se ir descobrindo, ao longo da série, que Jane não é uma mera civil, que teve, provavelmente, treino militar. A ligação entre ela e o agente Kurt Weller, que também se vai descobrindo e moldando ao longo da série. As memórias que Jane vai recuperando, através de pequenos flash-back, ao longo dos episódios. E depois, outra coisa que não consigo deixar de pensar, é no trabalhão que deve ser para lhe desenharem as tatuagens todas no corpo inteiro, para as gravações... é que não são só uma ou duas tatuagens. É o corpo todo! Enfim, a minha vontade é desbroncar-me toda sobre a série, para poder contar tudo e falar de algumas teorias, mas não quero estragar a piada, por isso, deixo-vos só com o trailer e digo-vos, vale a pena!

Aqui fica o trailer:

Já conheciam a série?

3 comentários:

  1. Quero muito ver esta série também, mas ainda estou a guardá-la ;D
    The Girl In Jeans * Facebook * Instagram * Google+

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus, encontrei alguém tão curioso como eu sobre esta série!! Adoro demais a série, as personagens, como todas estão tão bem projetadas, adoro! Estou ansiosa pelo próximo episódio!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Ainda não conhecia a série, mas gostei muito do trailer, vou aguardar ansiosa aqui para assistir, beijos!
    http://garotadelicada20.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante!
Deixe a sua opinião nos comentários :)

Google Analytics Alternative