Desafio 31 Dias | Significado do nome do blog

|


Hello!!
Tentei fazer um video para este post, mas o meu telemóvel anda a precisar de uma limpeza mesmo grande, porque não me deixava gravar mais que 10min e então o video ficou a meio, portanto vai ser um post normal e os videos ficarão para outros dias do desafio!
Então, como diz o título, o post de hoje é para vos explicar o nome do blog. Já vos disse algumas vezes noutros posts, principalmente os de tags, qual a origem do nome do blog, mas vamos lá mais uma vez.

Antes do Fui Eu Que Disse, tive outro blog, que criei quando ainda andava no secundário e que se manteva até, mais ou menos, ao segundo ano da faculdade. Na altura nem sabia bem o que era ter um blog, fazia do meu uma espécie de diário, onde ia escrevendo o que se passava na minha vida, as minhas viagens, férias, compras, desabafos, opiniões. De certa forma dentro do mesmo estilo deste blog, a diferença é que escrevia completamente despreocupada pois fazia-o apenas a pensar em mim. 
Este primeiro blog que tive, para terem uma ideia, tinha talvez, no máximo 10 seguidores. Nunca o divulguei ou partilhei e apenas o meu namorado e duas ou três amigas sabiam da sua existência. 
Um dia escrevi um post sobre as unhas de gel que uma rapariga da minha turma me fez na altura e que não correram lá muito bem, fi-lo em tom de desabafo (não falei mal da pessoa em questão), até que alguém da minha turma da faculdade descobriu o blog e de repente já todos o conheciam. Entretanto distorceram as coisas a essa rapariga, que eu julgava na altura ser minha amiga e nós chateámo-nos. 


Nessa altura comecei a perder a vontade de escrever no blog, que até então era uma coisa quase privada e para mim e passou a ser do conhecimento de toda a gente e, principalmente de gente de quem eu não gostava e que também não gostavam de mim, com quem não me dava. Eu sou uma pessoa reservada, no sentido de que, apenas gosto de partilhar o que se passa na minha vida com as pessoas de quem gosto e cujas opiniões me importam. Ou com pessoas que não vão tentar usar algo que eu digo para distorcerem e tentarem atingir-me de alguma forma. Com os acontecimentos, fui perdendo o interesse no blog, comecei a escrever poucas vezes e sobre coisas que pouco tinham a ver comigo ou com o meu "verdadeiro" ser, até ao dia em que o tornei privado, encerrei e nunca mais lá escrevi.


Passaram-se dois ou três anos e sentia falta daquilo, de escrever no blog, de partilhar ideias com outros bloggers e de todo este universo. Comecei a ponderar criar um novo blog, até que, no começo deste ano decidi fazê-lo. Não sabia que nome dar-lhe até me recordar daquela situação que me levou a encerrar o blog anterior. Ponderei e decidi que, desta vez não ia deixar de fazer algo que gostava por causa de terceiros (cujas opiniões, de facto, nada me interessam) e que ia manter o blog independentemente do feedback/criticas boas ou más. 
E foi assim que surgiu o nome Fui Eu Que Disse e é por isso que, logo abaixo do título está o meu nome. Podia ter começado um blog no anonimato, mas não quero. Quero dar a cara por ele, porque é algo que realmente gosto de fazer. O nome Fui Eu Que Disse é quase um statement, por assim dizer, que estou "aqui", sou eu que escrevo, são as minhas opiniões e estou bem ciente disso, para o bem ou para o mal e sinceramente don't give a fuck sobre o que possam dizer ou não de mim, quem gosta é bem vindo, quem não gosta tem bom remédio. 


Sei que já há pessoas desse "grupo" que têm conhecimento do blog, é normal, desta vez o blog tem sido bastante divulgado e eu sei bem disso e estou muito tranquila em relação a isso, podem falar o que quiserem, costumo dizer a brincar aos meus amigos próximos que os "haters" desta vida também são importantes, são visualizações, e a minha conta no adsense agradece.
Isto pode parecer presunçoso, mas não é, e só se sente ofendido a quem a carapuça servir, mas para as bloggers que por ai andam e que têm uma ou duas pessoas (ou até mais), que vos possam fazer más criticas, ou que se enquadrem mesmo a categoria de "haters", pensem positivo, esse tipo de pessoas, é das que mais visita os vossos blogs, só para poder ter do que falar (geralmente mal) e olhem, sem se aperceberem, estão a beneficiar-vos com visualizações que são sempre importantes para o crescimento de um blog. 

Desculpem-me o testamento, era para ter sido em video que era muito menos cansativo. Já andava para fazer este post a explicar, mas sabia que ia ser longo, por isso fui adiando, mas de qualquer forma, chegou o momento e cá está ele! 

Beijinhos,

3 comentários:

  1. Sinceramente, eu continuo a esconder o blog das pessoas da minha turma (...) Eu só espero que não aconteça algo assim, mas eu tenho tendência para os meus posts de opiniões serem bastante....objectivos, se é que me entendes :P

    Beijinho,
    http://cereja-dooce.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Fazes muito bem! Eu confesso que não torno o meu blog público e quando decidi criar o canal do youtube estava aterrorizada, mas pronto. Agora vou-me habituando!
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | YOUTUBE CHANNEL |

    ResponderEliminar
  3. Acho que você fez muito bem e se a amizade acabou é porque nunca houve algo real e sincero entre vocês.
    http://osunicorniospira.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante!
Deixe a sua opinião nos comentários :)

Google Analytics Alternative